Cuide das suas dívidas

por Cláudia Santos

Buscar renda extra é uma saída para quitar as dívidas. Crédito: encurtador.com.br/flmyV

As dívidas estão tirando o sono de muita gente nessa pandemia do Covid-19. Redução ou perda de renda explica muito essa situação. Mas há quem já convive com essa falta de controle antes de tudo isso acontecer. Então é bom aproveitar o momento para organizar as contas e buscar algumas saídas.

1 – Conheça suas finanças

Quando se fala em orçamento muita gente faz cara feia. Mas não é tão complicado quanto parece. É uma forma de você fazer um diagnóstico das suas finanças. Pode dividir em três partes. Some todos os seus ganhos, salário, com aluguel de imóvel, se tiver, e outros. Se for autônomo ou empresário, faça uma média de três meses. Registre as despesas fixas, aquelas que você tem todo mês e não variam, como prestação do imóvel, aluguel, financiamento do carro. E os de renda variável como contas de telefone, energia, supermercado, roupas. Agora, analise o resultado.

2 – Anote suas dívidas

Ponha num papel todas as suas dívidas, identificando a quem você deve, quanto deve no total, quanto paga por mês, se houver algum pagamento mínimo. Entram aí os empréstimos, dívidas no cheque especial, no cartão de crédito. Some tudo e cuidado para não se assustar. A maioria das dívidas é com cartão de crédito bancos, mas tem gente agora devendo a escola, e serviços essenciais como água e luz.

Continua após Publicidade

3 – Evite gastar mais do que ganha

Depois de você identificar quanto ganha, com o que gasta e quanto deve, é hora de pensar em enxugar suas despesas para se livrar das dívidas. Identifique, principalmente nas despesas variáveis, onde pode cortar ou gastar de forma mais racional. O pacote de dados, por exemplo, pode se adequar ao que você realmente usa. A energia pode ser usada de forma mais racional. E por aí vai. Os supérfluos então, podem ser reduzidos. Mas não seja tão radical ao ponto de ficar deprimido, porque a estratégia não vai funcionar.

4 – Priorize as dívidas

Nesse momento de pandemia, algumas prioridades mudaram. Ter internet, TV por assinatura e streaming virou prioridade para muita gente. Mas também tem aqueles serviços, como energia, água e plano de saúde, para quem consegue pagar um, que são essenciais. Esses devem ter prioridade no pagamento. O mesmo vale para as dívidas que têm juros mais altos e podem ser quitadas primeiro.

5- Negocie sempre

O momento é de negociação. Dívidas com escolas, com bancos ou financeiras podem e devem ser negociadas para dar condições de pagamento aos consumidores. Os planos de saúde não aceitaram manter atendimento aos inadimplentes. Tente fazer acordos para reduzir os juros e obter condições de parcelamento que você possa pagar todo mês, sem ficar novamente apuros. Os bancos já decidiram adiar parcelas para quem está com o pagamento em dia.

6- Compartilhe

Se você conta com a família no saldo e no débito busque uma saída conjunta. Conversem para encontrar soluções que possam resolver as dívidas. Pode ser uma redução nos gastos ou uma solução que traga renda extra. É importante passar por isso juntos, e mudar de comportamento, buscando controlar as contas e ter objetivos decididos em comum para gastar não só com dívidas, mas com sonhos planejados.

7 – Controle o impulso

As compras por impulso, principalmente no cartão de crédito, são grandes responsáveis pelo endividamento. Aproveite a quarentena longe das vitrines para segurar seu dinheiro. Não vale transferir o consumo impulsivo para a internet. Pense bem antes de clicar para efetuar a compra.  Pergunte a si mesmo se precisa, se tem como pagar, e lembre-se das dívidas que você já tem.

Boa sorte! Fique em casa, se puder e cuide-se. Vai passar!

 

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade