Controle o orçamento e fique em dia com o bolso

por Rosa Falcão

 

Escolha uma ferramenta e comece hoje mesmo a sua planilha de gastos, para ter maior controle do orçamento, e ficar em dia com as contas.

Os brasileiros estão controlando melhor as finanças, mas há um longo caminho pela frente. É o que mostra a pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Entre 2017 e 2018, subiu de 55% para 63% a proporção de pessoas que controlam o orçamento. Mesmo assim, 36% dos consumidores ainda não sabem administrar o dinheiro.

Continua após Publicidade

Por incrível que pareça, o tradicional caderninho de anotações é o preferido para registrar a movimentação de receitas e despesas de 30% dos entrevistados. A planilha no computador aparece com 20% das citações, e 10% usam os aplicativos de smartphones.

Há também os métodos informais de acompanhamento de receitas e despesas. O mais comum deles é o cálculo de cabeça, escolhido por 19% dos entrevistados. Outra fatia de 13% simplesmente não adota qualquer método de controle das contas e 3% delegam a responsabilidade para outra pessoa.

A pesquisa mostra que parcela considerável dos brasileiros não costuma anotar os seus gastos. Resultado: descontrole financeiro. Nos últimos 12 meses anteriores à pesquisa, 73% viram o valor dos compromissos financeiros superarem as receitas em seu orçamento familiar.

O que demonstra que o caminho mais fácil para atingir uma vida financeira saudável é saber controlar os gastos pessoais e manter o pagamento das contas em dia. Existem várias ferramentas disponíveis para o consumidor controlar o orçamento.

Ao montar a sua planilha procure agrupar as despesas em categorias. Por exemplo: habitação, alimentação, transportes, combustível, comunicação, saúde, vestuário, lazer. Ficará mais fácil visualizar os gastos.

Procure anotar também os pequenos gastos, como o cafezinho, o estacionamento, a balinha, a goma de mascar, para saber para onde foi o seu dinheiro. Saiba que as pequenas despesas somadas podem fazer a diferença ao final do mês.

Agora, se você ainda não começou a controlar as suas finanças, é só escolher a ferramenta que mais lhe agrada, e mãos à obra.

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade