Vale a pena antecipar a restituição do IR?

por Leianne Correia

Antecipação da restituição do Imposto de Renda, mas pode chamar de empréstimo, já que é uma modalidade de crédito oferecido pelos bancos. A pergunta mais frequente é: quando vale a pena? Na opinião de especialistas em educação financeira, é quando você tem uma dívida cujos juros são maiores que esta opção de empréstimo. Na verdade, seria a troca de uma dívida mais cara por outra mais em conta.

A liberação do dinheiro é rápida e você pode conseguir o valor total da restituição. Os juros variam a partir de 2% a perto dos 5%. Basta informar, na declaração, a conta e banco onde será creditado o dinheiro devolvido pelo leão do Imposto de Renda. Ir com o recibo de entrega debaixo do braço ao banco credor e solicitar o empréstimo. Assim que o felino liberar o dinheiro, o banco vai lá e “garfa” de sua conta.

O grande problema deste tipo de empréstimo é a malha fina. Caso você caia nas garras do leão e sua restituição não sair nos sete lotes regulares previstos pela Receita, como pagar o empréstimo ao banco, em dezembro, quando encerra o cronograma dos lotes regulares? Você até pode renegociar com seu credor, mas aí já são outros juros. As taxas são mais baixas para a antecipação da restituição porque a própria restituição é a garantia do pagamento do empréstimo.

Continua após Publicidade

Quando a tal garantia fica retida na Receita Federal, os bancos assumem outra postura na renegociação e aí vai pesar mais no bolso do contribuinte. Mas se você está sem opção, tome alguns cuidados para ajudar que sua restituição seja paga no tempo certo e não ter problemas.

Preencha os dados com cuidado e, depois do prazo de entrega, fique checando, junto à Receita, o processamento da sua declaração. Isso pode ser feito na página da Receita, acompanhando pelo Extrato de Processamento da DIRPF. Para saber como acessar tal extrato, clica aqui que a gente ensina.

Caso cai em malha fina, quanto mais cedo souber, mais tempo vai ter para resolver antes do pagamento do último lote da restituição. Para você ficar atento, aí vão as datas de pagamento dos sete lotes de restituição: 15 de junho, 16 de julho, 15 de agosto, 17 de setembro, 15 de outubro, 16 de novembro e 17 de dezembro.

Ainda não baixou ou programa do IR? Aproveita e clica aqui

. E é melhor se apressar para prestar constas com o leão. Boa sorte e acompanhe nossas dicas para a declaração do Imposto de Renda.

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade