Saiba como ansiedade pode levar ao descontrole financeiro

por Rosa Falcão

Pesquisa revela que a ansiedade é uma das causas do descontrole financeiro e da alta da inadimplência no país.

O que tem a ver a  emoção com o bolso? Tudo. Pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revela que a ansiedade é a principal causa do desequilíbrio financeiro entre os brasileiros. Problemas de relacionamento no trabalho e na família também levam as pessoas a ficarem inadimplentes e se endividarem.

Inadimplência em alta – Não é à toa que existe hoje no país um pelotão de 63 milhões de consumidores inadimplentes. Pasmem: uma fatia gorda de 41% da população adulta tem contas atrasadas. Grande parte motivada, também, pelo desemprego e pela redução da renda.

Continua após Publicidade

Contas básicas em xeque – Chama a atenção o desconhecimento sobre a própria renda e o valor das contas básicas mensais. A maioria das pessoas não sabe quanto paga de aluguel, condomínio, luz, telefone, gás, entre outras. Quem não sabe quanto ganha e quanto gasta, é mais fácil cair na armadilha da compra por impulso e na inadimplência.

De olho nas promoções – Da turma que se endivida por descontrole financeiro ou por acesso ao crédito fácil, 39% admitem que aproveitam as promoções oferecidas pelas lojas, 24% dizem que costumam comprar mais do que é necessário, e 24% reconhecem não ter negociado bem os preços no momento da compra. Na onda do crédito fácil, o cartão de crédito concentra 70% das dívidas e o carnê tem 14,4%.

Devo não nego – A inadimplência traz contratempos, mas os entrevistados não demonstram disposição de mudar de hábitos para pagar as contas em dia. Metade dos inadimplentes dizem não ser um problema ficar devendo, 19% alegam que faz parte do modo de ser, e 17% não se sentem incomodados. No grupo de dez entrevistados, seis não tentaram mudar de comportamento.

Desejo X necessidade – Outro cenário que chama a atenção é a forma como as pessoas lidam com o dinheiro. Pois bem, 40% dos consultados admitem que perdem a noção de quanto gastam numa balada ou jantar; 40% se sentem pressionados a gastar quando estão com os amigos e a família; 37% gastam mais do que podem para aproveitar a vida; e 37% muitas vezes deixam de pagar alguma conta para comprar algo que desejam. Sinal de analfabetismo financeiro.

 

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade