Portugal é sonho de consumo de brasileiros para trabalhar

por Cláudia Santos

http://bit.ly/2K9MAkR

Portugal virou sonho de consumo para milhares de brasileiros. Oportunidade de emprego, segurança e qualidade de vida são os principais motivos dos que decidem estudar ou trabalhar na terrinha. A facilidade com a língua contribui. Pelas estatísticas oficiais do Itamaraty, mais de 80 mil brasileiros moram hoje em Portugal, mas extraoficialmente esse número pode chegar a 116 mil. Mas é melhor fazer partes dos registros legais.

Mudança – A pernambucana Cibelli Pinheiro, especialista em recursos humanos, mudou-se há sete anos com a famíia para Braga, no Norte do país. Do apoio informal a brasileiros, ela montou com uma sócia portuguesa a consultoria BeBraga, em 2017. Especializada em mobilidade de famílias, estudantes e profissionais, a empresa tem auxiliado aqueles que pretendem estudar, trabalhar ou mesmo fazer turismo em Portugal.

Bem-vindos – Cibelli diz que os brasileiros são bem-vindos, mas precisam estar legalizados para poderem conquistar uma vaga de emprego. Quem tenta se estabelecer com visto de turista pode acabar deportado. Ela explica que é importante definir primeiro a situação como naturalizado ou residente. Ter um currículo no modelo português e se preparar para a entrevista de emprego com foco na cultura local contam na disputa pela vaga.

Oportunidades – A consultora diz que há muitas oportunidades de trabalho em Portugal, principalmente nas áreas de TI e turismo. Com a retomada da construção civil,  engenharia também se tornou atrativa. Os brasileiros são bem aceitos como empreendedores, por conta da criatividade. Mas lá como cá, qualificação conta muito na hora de disputar uma vaga de emprego. Isso inclui domínio de mais de uma língua e outras capacidades.

Continua após Publicidade

Reserva – Antes de correr para buscar uma vaga e montar seu currículo, veja como estão as suas finanças. O ideal é  ter uma reserva financeira para encarar a jornada e se manter durante um ano. Para quem pretende residir, a conta é de um salário mínimo mensal. Se for em família, contabilize meio salário para o cônjuge e 30% desse valor por filho. Aposentados podem residir desde que tenham renda de pelo menos o salário mínimo em Portugal, de 580 euros.

Custo de vida – Pesquise antes de ir o custo de vida. Os aluguéis subiram muito nos últimos anos, com o aumento da procura principalmente pelos estrangeiros. Apesar de pública, a saúde por lá é paga.  Aqui você tem dicas de como andam os gastos por lá.

Visto – Para entrar no país não é preciso visto. Os brasileiros são isentos para estadia de até 90 dias. Para morar, estudar ou trabalhar existem outras condições. Você pode entrar no país com uma promessa de contrato de trabalho ou prestação de serviços, mas em alguns casos vai precisar de documentos de regulamentação e habilitação da profissão.

Investimento – Os portugueses facilitam a permanência para quem compra um imóvel a partir de R$ 400 mil euros ou planeja investir no país. Com esses requisitos dá para conseguir um visto Gold, que possui mais benefícios. No site da Embaixada de Portugal você pode ter mais informações sobre os vistos. Segundo a Embaixada, o processo leva em torno de 40 dias. Descendentes ou casados com portugueses podem requerer a nacionalidade. Apesar do pedido poder ser feito no Brasil, Cibelli Pinheiro orienta que o visto de residência deve ser tirado no Brasil. Já o processo de cidadania ou nacionalidade é bem mais rápido em Portugal.

Mercado – Os contratos de trabalho em Portugal garantem pagamento de décimo terceiro e décimo quarto salário. A remuneração média é de 860 euros. Como muitos jovens portugueses deixaram o país na crise de 2008 e migraram para outros países da Europa, que remuneram melhor, há mais oportunidades de trabalho.

Destinos – A melhora da economia também ajudou. E os brasileiros se ligaram nisso. Segundo Cibelli, eles começaram a desembarcar em grande número há uma década, mas o boom foi em 2017. Uma pesquisa da Datafolha divulgada nesta semana confirma que Portugal está entre os destinos mais cobiçados pelos jovens que pretendem deixar o Brasil. É o segundo depois dos Estados Unidos e fica à frente do Canadá.

Para quem pensa em aprontar as malas, o blog tem mais algumas dicas para organizar as finanças ou  empreender.

Veja alguns sites com ofertas de vagas em Portugal:

Jooble

Farftech 

Indústria Criativa

Turijobs 

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade