Dinheiro novo do FGTS no bolso do trabalhador

por Rosa Falcão

A partir deste mês de agosto, um “dinheirinho extra” vai entrar no bolso do trabalhador que tem Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Medida Provisória 763/2016 que autorizou o saque das contas inativas também prevê que os trabalhadores que possuem contas – ativas e inativas – recebam a partir deste ano metade do lucro líquido obtido pelo fundo no ano de 2016. Um montante de R$ 7,28 bilhões do total estimado em R$ 14,55 bilhões serão pagos a 88 milhões de beneficiários do fundo.

De onde vem o lucro
A maioria dos trabalhadores não sabe, mas os recursos do FGTS são investidos no mercado financeiro e o lucro fica com o governo. Os rendimentos são depositados na conta reserva do fundo, chamada de patrimônio líquido. Com a nova regra, quando houver lucro, metade terá que ser repartido com os trabalhadores. Nada mais justo com o verdadeiro dono do dinheiro. Não acham?

Quem tem direito
Mesmo o trabalhador que já sacou o dinheiro da conta inativa este ano tem direito ao bônus. O dinheiro será depositado até o dia 31 de agosto do FGTS. Cerca de 240 milhões de contas do FGTS (ativas e inativas) com saldo em 31 de dezembro de 2016 receberão o valor proporcional à metade do lucro que o fundo obteve com investimentos no ano passado.

Quem pode sacar
Mas atenção: o Ministério do Trabalho avisa que o dinheiro só poderá ser retirado em situações específicas. A regra será a mesma usada para os saques normais do FGTS. Ou seja, o lucro só pode ser sacado em casos de aposentadoria, demissão sem justa causa, contas inativas por três anos sem interrupção, doenças graves, amortização de dívida ou a compra de um imóvel.

Continua após Publicidade

Como será a distribuição
A distribuição deste lucro será proporcional ao saldo em cada conta na data de 31 de dezembro de 2016. Ou seja, mesmo que o dinheiro já tenha sido sacado, o valor será creditado nesta mesma conta. Estima-se que em 2016 o lucro do fundo foi de aproximadamente R$ 14,55 bilhões. Metade deste montante, em torno de R$ 7,28 bilhões, serão distribuídos entre os trabalhadores.

Como calcular a bonificação
Para calcular o valor que vai receber o trabalhador deverá pegar o saldo do seu FGTS em 31 de dezembro de 2016 e multiplicar por 0,0193784. Veja alguns exemplos dados pela Caixa Econômica Federal: quem tinha R$ 100 na conta, receberá R$ 1,93; quem tinha R$ 1.000 receberá R$ 19,37; quem tinha R$ 10.000 receberá R$ 193,78; quem tinha R$ 100.000 receberá R$ 1.937,84. O Instituto Fundo Devido ao Trabalhador estima que devem ser pagos R$ 150 milhões aos trabalhadores pernambucanos.

Como consultar os valores
A Caixa vai disponibilizar nos próximos dias, em seu site (caixa.gov.br), a consulta dos valores depositados. Para saber quanto vai receber, o trabalhador terá que informar o nome completo, CPF ou o número do PIS. A consulta do saldo poderá ser feita também pelo telefone 0800 726 2017. Quem tiver dificuldade de acesso à internet poderá se dirigir a uma agência da Caixa e pedir um extrato analítico de sua conta do FGTS em 31 de dezembro de 2016. O dinheiro pode até ser pouco, mas em tempos de bolsos vazios é bem-vindo!

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade