Dicas para curtir o Dia das Mães sem aperto no bolso

por Cláudia Santos

http://bit.ly/2HqZc53

O Dia das Mães tem um forte apelo comercial. Mas se não dá para escapar disso e você curte presentear na data, é bom fazer bonito sem estourar o orçamento. No final, se não houver planejamento, o estresse pode ser grande. Principalmente se sua mãe ficar preocupada por que você entrar para a turma dos endividados por conta dela. O Econômicas listou algumas dicas para vocês aproveitarem bem o próximo Dia das Mães., sem aperto no bolso.

Planeje sua compra
Dê uma checada como anda seu orçamento para incluir o gasto com o presente. Se você é uma pessoa organizada e já previu essa despesa, ótimo. Lembre-se que pagar à vista é sempre melhor. Dá para conseguir um desconto e evitar se endividar a médio prazo. Fique atento às promoções de verdade, e não aquelas que bombam quando a data se aproxima, sem oferecer realmente um boa oferta. Quem se planeja, compra antes e em melhores condições.

Mantenha o controle
Se as contas não fecham ou o seu salário acaba antes do mês, desista de acrescentar mais um item na sua carteira. Pense bem antes de dividir a compra no cartão de crédito em várias prestações que vão pesar no seu orçamento mensal.Lembre-se do que você já desembolsa por mês. Seja criativo e descubra o que é possível fazer para agradar sua mãe sem culpa. Pode ser um presente simbólico mesmo.

Continua após Publicidade

Vai às compras? Pesquise antes
Pesquise, pesquise, pesquise. Não é um mantra, mas ajuda você a lembrar que dá para fazer uma boa compra se pesquisar antes. Seja em lojas físicas ou pela internet, vale a pena bater perna física ou virtualmente para descobrir o melhor preço e economizar no presente.

Atenção na internet
Se vai comprar pela internet, além do preço do produto, inclua na conta o frete – se conseguir grátis, melhor ainda. Muitas vezes o custo da logística deixa sua compra mais cara que em uma loja física. Também fique atento ao prazo de entrega. Não tem a menor graça receber o presente bem depois da data comemorativa. E cheque a reputação da loja através dos comentários de quem já fez compra nela.

Divida seu gasto
Você não é um privilegiado filho único? Então aproveite e combine com os irmãos para dividir o valor da conta. Um bom presente pode fazer mais bonito, e sair mais em conta para todo mundo, que várias lembrancinhas.

Consumidor consciente
Se sua mãe faz parte do grupo de consumidores conscientes, que dizem não ao desperdício, aproveite a vibe e se inspire. Procure produtos em brechós, de comércio solidário ou que não agridam o meio ambiente.

Faça você mesmo
Caso tenha habilidades para o artesanato, que tal montar um presente. Pode ser uma caixa estilizada, uma bijuteria, um lenço customizado, um kit de vinho ou uma caixa de bombons. O que vale é a criatividade. Lojas que vendem artesanatos e produtos de festa também oferecem cursos para elaboração de presentes, alguns deles comestíveis, como cestas de café da manhã e chocolates.

Almoço fora ou em casa?
Para quem está bem de grana, e de paciência, dá para encarar um almoço no restaurante. Caso você não se inclua em um ou nos dois casos, organize uns comes e bebes em casa mesmo. Vale juntar filhos, mães e sogras na mesma mesa e dividir os pratos. Só não vale mandar a mãe cozinhar, nem deixar os pratos para ela (s) lavar(em).

Lição de filho para mãe
Mostre para sua mãe que você é bom em educação financeira. Planeje, inclua no seu orçamento gastos com presentes, prefira comprar à vista, evite se endividar e seja um consumidor consciente. Ela vai gostar de saber que você é bom nessa matéria.

Pesquise antes de comprar clicando aqui

Para saber mais sobre educação financeira clique aqui

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade