Compras para festas do final do ano podem ficar mais leves

por Cláudia Santos

Compras de Natal comprometem boa parte do orçamento de dezembro. Crédito: bit.ly/2P4qbTyb

Compras para o final de ano são inevitáveis para a maioria. Presentes, ceias de Natal, cestas, roupas e sapatos. Com gastos com caixinhas, festas de confraternização e de Réveillon, dezembro é um mês em que o orçamento costuma ficar apertado. Veja algumas dicas para tornar as compras para o fim de ano mais leves.

1- Veja quanto tem disponível

Faça um orçamento. Calcule quanto você pode usar do seu dinheiro para as compras. Pense no futuro próximo antes de gastar o dinheiro extra do décimo terceiro salário, o que sobra no mês depois das despesas e alguma grana extra. Lembre-se do que vem pela frente: IPTU, IPVA, escola… As dívidas também entram nessa conta.

2 – Faça uma lista

Liste as prioridades das suas compras. Veja tudo o que vai precisar comprar como presentes, roupas, decoração, itens para a ceia de Natal ou para a festa do Revéillon. Faça uma estimativa de quanto pretende gastar, ou o valor estimado, para cada um deles e some. Cuidado para não tomar um susto. Se precisar, corte. E pense bem antes de usar cartão de crédito como se não houvesse amanhã.

Continua após Publicidade

3 – Economize com o presente

Amigo secreto é uma boa saída para economizar com os gastos do presente. Isso pode ser feito tanto no trabalho, entre amigos ou na família. Estabelecer um teto no valor do presente facilita para quem precisa se conter ou não pode gastar muito. Você também pode confeccionar o próprio presente. Para quem tem habilidades com artesanato ou é um chef em potencial, há muitas alternativas de presentes e lembrancinhas simpáticas e afetuosas.

4- Ceia pode ser compartilhada

Se pesa no bolso fazer uma ceia completa e convidar família ou amigos, compartilhe.  Uma festa em que cada um colabora com um prato ou bebida sai mais em conta para todo mundo. Sem contar, a variedade de temperos e sabores. Também dá para fazer uma cota e o anfitrião, por exemplo, ficar responsável pelas compras e confecção dos pratos.

5 – Capriche sem pesar na decoração

Antes de ser fisgado pelo brilho dos enfeites natalinos, confira o que tem em casa. Natal e Réveillon têm temáticas que não mudam, portanto, o que foi do ano anterior pode ser usado tranquilamente.  Claro que não vale se faltam muitas lâmpadas no pisca-pisca. Não precisa tirar o brilho da festa, mas é bom ficar ligado para não gastar demais.

6 – Pesquise antes de comprar

A boa e velha pesquisa é fundamental. Com a lista em mãos, é possível fazer um levantamento dos preços em lojas, supermercados e na internet. Também fique atento aos descontos oferecidos nesses locais para o pagamento à vista. Evite se endividar no cartão de crédito

7 – Planeje, planeje e planeje
Ainda dá tempo de planejar os gastos desse ano, apesar do pouco tempo e dos apelos antecipados de consumo. Mas na lista de promessas do próximo ano, você pode incluir uma reserva financeira para os gastos extras do final do ano. Dá para guardar um pouco a cada mês e promover um Natal e Revillón em grande estilo. Pense nisso antes de pular as sete ondas.

Veja aqui como usar o dinheiro do décimo terceiro salário e se preparar para os gastos do início do ano.

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade