Como enfrentar as contas de início de ano com bom humor

por Rosa Falcão

2018 já chegou. É hora de lembrar das despesas de início de ano. Saiba que os três primeiros meses são de aperto total. Começa com o salário mínimo que subirá de R$ 937 para R$ 965 a partir de janeiro. Em seguida vem a enxurrada de impostos a pagar: IPTU, IPVA, Imposto de Renda. Sem contar com o seguro do carro e os reajustes das tarifas de luz, água, telefone, taxa de condomínio e plano de saúde.É de perder o fôlego.

Se organize
Pare, respire e se organize. Afinal, são despesas que todos os anos batem à nossa porta sem pedir licença. O segredo é nos organizarmos para enfrentá-las de bom humor e, claro, se possível com uma reserva financeira. Por isso quem separou a segunda parcela do décimo terceiro se deu bem.

Continua após Publicidade

Pagar à vista
Vale a pena fazer as contas e aproveitar os descontos para pagar os impostos à vista. Nesta época do ano, as prefeituras costumam dar descontos interessantes da taxa do IPTU. O mesmo acontece com a matrícula do carro e o IPVA. Mas não se aperte porque existem outras contas a pagar.

Matrícula e material escolar
Os pais que têm filhos na escola podem negociar descontos para antecipar as mensalidades. Por exemplo: pagar o semestre de uma só vez. Outra dica é comprar o material escolar no início do ano, para aproveitar os estoques antigos e os preços mais baixos.

Reajuste de tarifas
Após a virada do ano começa o período de reajustes das tarifas.Telefone, água, energia elétrica, taxa de condomínio, mensalidade do plano de saúde. As famílias que têm empregada doméstica também arcam com o novo salário mínimo, que puxa para cima os encargos trabalhistas, como INSS, FGTS, entre outros.

Imposto de Renda
Se prepare para o acerto de contas com o Leão. Mal termina o Carnaval e começa o período de declaração do Imposto de Renda. Se organize para cumprir os prazos, e se tiver direito à restituição, procure se encaixar nos primeiros lotes.

Dever de casa
Aproveite o ano de 2018 para fazer o dever de casa. Planeje o seu orçamento, anote o que ganha e o que gasta, evite o consumo por impulso, pechinche e, claro, realize os seus sonhos.

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade