Você sabe o que é cliente oculto?

por Rosa Falcão

Se você gosta de viver novas experiências, se relacionar com pessoas e tem facilidade de comunicação, pode entrar para o time dos clientes ocultos. A prática surgiu na década de 1920, nos Estados Unidos. No Brasil, desembarcou em 1988, mas ainda tem pouca adesão. Pode parecer surreal, mas existem empresas que pagam para o consumidor testar um serviço ou experimentar determinado produto e depois descrever a experiência como cliente. Tudo sob sigilo e com uma remuneração que varia de acordo com o tipo de tarefa executada. Em tempos de bolso apertado pode ser uma oportunidade de ganhar uma renda extra e, claro, reforçar o orçamento.

Como se transformar no cliente oculto
Existem empresas especializadas no Brasil que contratam clientes ocultos para serem acionados de acordo com as necessidades do mercado consumidor. O blog Econômicas listou as três maiores empresas da área que oferecem oportunidades de ocupação. São elas: OnYou, MeSeems e Shopper Experience. Os interessados poderão fazer o cadastro nos sites www.onyou.com.br, www.meseems.com.br e www.shopperexperience.com.br.

Como o serviço é executado

Após se inscrever, o candidato entra no banco de dados. Ele poderá ser acionado de acordo com o seu perfil para testar um serviço ou usar um produto e depois relatar a sua experiência. Por exemplo: um banco quer saber sobre a eficiência do serviço de call center. O cliente oculto entra em cena para testar o atendimento eletrônico da instituição. De posse das informações, o banco poderá fazer os ajustes no serviço e promover as mudanças de estratégia para deixar o seu cliente mais satisfeito.

Continua após Publicidade

Qual a remuneração do serviço
A remuneração do cliente oculto depende da complexidade do serviço. A tarefa poderá ser executada na mesma cidade, visitando um restaurante para experimentar o novo menu. Mas existem casos que a missão terá que ser realizada fora do domicílio. Como por exemplo, viajar para se hospedar num resort de luxo no litoral. Neste caso, a empresa arcará com todas as despesas do deslocamento. Em geral, a remuneração poderá variar de R$ 50 até R$ 200 por experiência. Mas há empresas que remuneram com créditos que podem ser trocados em lojas.

Informe-se sobre as regras
Muita atenção. Antes de se cadastrar para determinada tarefa, é recomendável que o candidato se informe sobre as regras do serviço que deverá ser executado, tais como, o tipo de missão, a remuneração e a forma de pagamento. É importante também ler com atenção o acordo de confidencialidade. Tudo para evitar surpresas no futuro. Depois é só esperar o convite e soltar a imaginação para viver novas experiências. Afinal, nada melhor do que quebrar a rotina, conhecer lugares, provar novos sabores, conviver com pessoas diferentes e o melhor de tudo: ganhando dinheiro.

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade