Cinco erros para evitar no currículo

por Rosa Falcão

Sabe aquele currículo contendo intermináveis páginas que está guardado no fundo da gaveta? Agora você precisa sacudir a poeira para atualizar e aproveitar as vagas temporárias do final do ano. Antes de começar a empreitada pare um pouco. Pense: no mundo digital e das mídias sociais, os recrutadores de talentos têm cada vez menos tempo para ler como faziam antigamente. Por isso é fundamental ter foco e saber selecionar as informações que vão tornar o seu currículo imbatível.
O blog Econômicas selecionou os cinco erros comuns que devem ser evitados pelos candidatos que brigam para emplacar uma vaga no disputadíssimo mercado de trabalho. É bom se ligar porque hoje os currículos são enviados prioritariamente por e-mail. Portanto, esqueça os calhamaços de papel dentro de um envelope pardo. Pode até funcionar como reforço visual, mas o primeiro contato deve ser eletrônico.

Foco nas qualidades
Primeiro defina o que você pretende alcançar com as informações que serão apresentadas. Nada de se alongar colocando comentários acessórios e opinativos sobre a sua personalidade. Foque nas suas qualidades profissionais, demonstre flexibilidade e disponibilidade para assumir tarefas novas.

Continua após Publicidade

Evite o auto-elogio
Evite adjetivos que possam passar a impressão que você está promovendo auto-elogio. Descreva as suas competências de forma clara, precisa e objetiva. Um toque de humildade não faz mal a ninguém e pode até ser considerado positivo para quem está do outro lado do balcão.

Lista de títulos é cansativa
Informe a sua formação profissional, especializações, cursos, domínio de idiomas, de forma sintética e por ordem de importância. Nada mais cansativo para os recrutadores de recursos humanos do que receberem um currículo com uma lista extensa de títulos que muitas vezes não acrescentam nada a demanda do empregador.

Objetividade nas informações
Não existe um número padrão de páginas para um currículo. A dica é procurar ser objetivo e apresentar as informações principais da sua formação profissional, as experiências, as especializações, além dos dados pessoais. Segundo os especialistas em Recursos Humanos (RH), o currículo eficiente deve ter uma ou duas páginas, no máximo.

Facilite a sua localização
É comum as pessoas elaboram um currículo fantástico, mas esquecem o principal: número de telefone, e-mail, WhatsApp, Twiter, Facebook, Linkedin. De que adianta ter um perfil adequado para a vaga, se o recrutador terá dificuldade de localizar o candidato. Fique atento a este detalhe porque uma pequena  distração poderá eliminar a chance de emprego.

Para terminar fica a dica: No site de design gráfico Canva você pode encontrar gratuitamente modelos de currículos para todos os gostos. Solte a sua criatividade. Boa sorte!

Compartilhar! Facebook LinkedIn Google+ Twitter

Deixe seu comentário O que você achou?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algum conteúdo impróprio, denuncie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continua após Publicidade